cuyaba tango

Helio Flanders & Arthur de Faria

para Adir Sodré, Fochesatto, Nganga, Silva Freire, Antônio Sodré, Manoel de Barros, Dicke e Aline Figueiredo

voz Helio Flanders
piano Arthur de Faria
contrabaixo Ignacio Varchausky
bandoneon Martin Sued
bateria Leo Mattos

 

bombeia o músculo
que nem uma vez descansa
que nem quando criança descansa
só busca em algo ou alguém

não ouso respirar
cruzando esquinas da velha cuyaba
lembro carícias junto ao fogão
dormiam teus pés em minhas mãos

quando eu parti
quem irrigava o meu caminho era você
e essa distância feito um ladrão
me levou teu sexo e o teu rio

mas hoje eu senti
nesse tenso amanhecer o teu clarão
pois é hoje, todos os barcos saberão:
eu voltei!

ao músculo que nem uma vez descansa.